segunda-feira, 27 de maio de 2013

Judeus eram os donos dos navios negreiros

Os livros de história são omissos, incompletos e incoerentes quando o assunto é o tráfico de escravos negros da África para o continente Americano. Os judeus, proprietários dos meios de comunicação de massa, tentam, hoje, imputar a culpa pelo tráfico de escravos aos Europeus e, com o cinismo habitual, fingem solidarizar-se com os negros. Mas segundo fontes dos próprios judeus eram eles, os judeus, os detentores de um verdadeiro monopólio sobre o tráfico de escravos negros.
Quero destacar a você leitor, que a história que lhe contaram não é verídica, os livros histórico narram que os escravos foram raptados por europeus e vendidos a outros europeus, baseado nas fontes histórica, não existe sustentação para tal, pois isso é um grande equivoco.
Os escravos foram raptados a força da África pelos cristãos, árabes e vendidos aos Judeus. Segue abaixo uma lista incompleta dos proprietários dos navios transatlântico negreiro.



fonte: OBADELE-STARKS, E. Freebooters and Smugglers: The Foreign Slave Trade in the United States after 1808. Fayetteville: University of Arkansas Press, 2007.
HORNE, G. The Deepest South: The United States, Brazil, and the African Slave Trade. New York: NYUPress, 2007, p. 34.
GRADEN, D. T. O envolvimento dos Estados Unidos no comércio transatlântico de escravos para o Brasil, 1840-1858. Afro-Ásia, v. 39, p. 33-34, 2007.
DU BOIS, W. E. B. The Suppression of the African Slave-Trade to the United States of America, 1638-1870. New York: Longmans, Green and Co., 1896.

1 comentários:

( Curiosidade ) ROSSEVELT : sobrenome do antepenúltimo citado !!!!!

Postar um comentário

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites